Entenda como o gin é produzido

Garrafa de gin despejando a bebida em um copo com gelo

Que tal descobrir sobre a origem e produção do Gin, essa bebida deliciosa?! Continue nesse post, que nós da GinBrasil vamos te ensinar!

A Origem da Criação do Gin 

Caso você já tenha se aventurado pela história do gin, é bem provável que tenha ficado um pouco perdido com a quantidade de informações a respeito dessa bebida única e que vem conquistando cada vez mais apreciadores.

Qual o país de origem do gin?

Enquanto alguns afirmam que o gin é originário da Itália, outros, menos entendidos, acreditam que a sua invenção só pode ser coisa dos britânicos, o que explicaria a paixão dos súditos da rainha pela bebida. Nem um, nem outro. Na verdade, os entusiastas do gin devem seus agradecimentos à Holanda.

O inventor do Gin – Dr. Franciscus de Le Boe

Foi no século 17 que o Dr. Franciscus de le Boe, químico alemão que passou a maior parte de sua vida em Leiden, começou a preparar a “mistura”, adicionando algumas frutas locais, como morangos, para servir como diurético para seus pacientes. Na região, o remédio ficou conhecido como Genever e, posteriormente, passou a ser chamado de gin.

Entenda a estrutura do gin

Gin costuma ter como base alguns grãos, como o milho e a cevada. Em um primeiro momento, pode ser considerado “álcool puro”, já que não possui os sabores e aromas característicos da bebida. Por isso, na etapa seguinte, é feito um processo de redestilação, com a adição de água e, na sequência, de especiarias.

Alguns Botânicos do Gin

No processo de fabricação, essas especiarias são chamadas de “botânicos”, englobando:

  • Frutas;
  • Ervas;
  • Sementes;
  • Raízes.

Também é nessa etapa que o zimbro é incorporado à produção, já que é o ingrediente responsável por caracterizar um verdadeiro gin.

Entenda os diferentes processos de fabricação do gin

Existem diferentes tipos de gins e a produção de gin pode ser feita através de diversas técnicas, porém, existem duas maneiras principais de se fabricar a bebida:

Infusão de vapor no Gin

Nesse processo, os botânicos ou especiarias são colocados em um “reservatório” acima do destilador. Alambique é aquecido e, como consequência, o álcool dentro dele passa para o estado gasoso. Ao subir, o álcool acaba extraindo os sabores desses botânicos até que, finalmente, seja resfriado pelo condensador e volte ao estado líquido.

Esse método é muito utilizado até hoje, inclusive pela Bombay Sapphire, uma das mais renomadas marcas de gin do mundo.

Adicionando sabor ao Gin pela maceração dos botânicos 

Nesse caso, os botânicos, como o zimbro, cascas de frutas e o cardamomo, são colocados no destilador, onde ficam embebidos em álcool por aproximadamente 24 horas.

Normalmente, esses botânicos passam por um processo de pulverização, com o objetivo de extrair os mais diversos sabores de sua composição, como os da casca, do interior e das sementes.

Isso acontece porque cada pequena porção da especiaria pode garantir um paladar diferente à bebida, permitindo as mais variadas combinações.

Na sequência, o alambique é aquecido e, o álcool e os compostos que foram extraídos tornam-se vapor. Esse vapor chega ao condensador, onde é resfriado e volta para a forma de líquido.

Gin – Uma bebida, várias formas de produção

Com base na química, o gin produzido na Holanda é obtido de uma porção do malte que é fermentada em álcool de baixo teor. Em seguida, é feita a destilação do líquido que, na última etapa, é misturado aos condimentos aromáticos. Geralmente, a bebida holandesa apresenta um teor alcoólico entre 42% e 44%.

Já os ingleses, obtém o gin retificando uma mistura à base de uísque. Na sequência, é feita a redução com água e a maceração, com ingredientes que proporcionam sabor e aroma para a bebida. Nesse caso, a graduação alcoólica gira em torno de 45%.

Gostou de aprender um pouco sobre a História do Gin e de como ele é produzido neste post? Compartilhe com os amigos e acesse nosso e-commerce Gin Brasil para encontrar os melhores gins!!

Artigos relacionados

8 drinks de inverno com gin para se aquecer

8 drinks de inverno com gin para se aquecer

Com a chegada da estação da mais fria do ano, ficamos sempre em busca de formas de nos aquecermos. Mas você sabia que existem drinks de inverno com gin que podem ajudar nisso? Não importa qual seja o seu gosto, tem um drink capaz de satisfazer as suas necessidades. Se...

Pirulito para gin? Saiba o que é e como usá-lo

Pirulito para gin? Saiba o que é e como usá-lo

Conforme nos aprofundamos mais no assunto de gin, dá para descobrir possibilidades incríveis que tornam o processo de criação de drinks melhor e mais fácil. Esse é o caso do pirulito para gin. Você já ouviu falar nele? Usar um pirulito para gin é uma maneira bastante...

Espuma para gin? Descubra prazer sem limites!

Espuma para gin? Descubra prazer sem limites!

Se você está em busca de mais uma forma de facilitar a inclusão de aromas e sabores ao seu drink, vai gostar de conhecer esta possibilidade: a espuma para gin. Vinda em embalagens convenientes e fáceis de usar, a espuma para gin é um recurso bastante valioso para...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.